Início / Blog / Concordância Verbal (Sujeito Composto)

Concordância Verbal (Sujeito Composto)

Responsive Image

Quando falamos a respeito de concordância verbal, constatamos que os termos essenciais, sujeito e predicado, encontram-se unidos por meio de um verbo, e que este concorda com o sujeito em números e pessoa.
Entretanto, há que se mencionar que o elemento em discussão (a concordância) apresenta uma grande complexidade.
Tal complexidade nos remete à ideia de regras e, sobretudo de algumas exceções. Vamos nos fixar, desta feita, aos casos relacionados ao sujeito composto.

• Núcleos dispostos em gradação: O verbo pode concordar com o núcleo mais próximo ou ir ao plural.
Exemplos:
Segundos, minutos, horas, dia parecem intermináveis.
Segundos, minutos, horas, dia parece interminável.

• Núcleos sinônimos: singular ou plural.
Exemplos:
Amor e carinho caracteriza o perfil da mãe.
Amor e carinho caracterizam o perfil da mãe.

• Núcleos formados por “ou”
Se excludentes: verbos no singular.
Exemplo:
Ou Pedro ou Paulo será eleito prefeito.
Se indicarem inclusão: verbos no plural.
Exemplos:
Ou você ou seu irmão poderão ser vencedores na competição.

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do Hexag.

Compartilhe

Entre em contato com o Hexag

Sobre o autor

Percio

Bitnami