Início / Blog / Vestibular / PREVISÃO VESTIBULAR MACKENZIE 2015 – GEOGRAFIA

PREVISÃO VESTIBULAR MACKENZIE 2015 – GEOGRAFIA

Responsive Image

Tenha atenção com mapas, tanto do Brasil quanto de algum outro país. Tenha uma noção básica da localização dos estados, principais países, centros econômicos fenômenos específicos de acordo com cada um deles. É importante saber reconhecer a incidência de certos tipos de vegetação e climas nos mapas, quais as grandes zonas industriais e os pontos de produção agrícola.

Tenha cuidado na leitura dos textos, que podem servir como complemento, fornecendo informações para interpretar algo. Ao ler, é preciso paciência. Grife ideias centrais, observe as alternativas e faça as relações.
O terceiro ponto é a questão de gráficos e tabelas: alguns são mais específicos, como o climograma, cujas barras indicam chuva e a linha indica temperatura; e outros que mais relacionados com os aspectos de demografia, índices econômicos, de importação e exportação.

Já em termos de conteúdo, saiba que a prova de Geografia vai estar sempre dividida em dois eixos, Geografia do Brasil e Geografia Geral. Normalmente há mais questões de Geografia do Brasil e os temas, divididos entre aspectos físicos e humanos, são trabalhados com mais detalhes. Na parte física, fique esperto com vegetação. Treine com questões de domínios morfoclimáticos, procure os mapas, os textos do professor Aziz Ab’Saber sobre o assunto que você viu em sala e que dão as características, a localização e os problemas ambientais. Em clima, temos as zonas climáticas do país, os fenômenos ligados ao clima como massa de ar e os fatores que modificam o clima como altitude, latitude e relevo.

Pensando em distribuição, considere quais formas do relevo auxiliam ou atrapalham a ocupação do ser humano para construir uma cidade, para estabelecer uma zona agrícola. Nos aspectos humanos temos as zonas industriais, as zonas urbanas, as zonas agricultáveis – dê uma olhada onde estão os principais pólos de produção agrícola, ou seja, onde mais se produz soja, café, cana de açúcar. Pensando nos fenômenos do campo, temos a questão da reforma agrária, a do agronegócio, e como o fator industrialização e urbanização atuam sobre o movimento migratório (acelera necessidade da população de se deslocar, de buscar outras oportunidades de emprego).

Geografia Geral é dividida, basicamente, de acordo com os quatros principais continentes. No continente americano há destaque para os EUA, para os aspectos de pobreza e emergência dos países da América Latina e, na América Central, para Cuba, o único socialista do continente. No continente europeu, é importante reconhecer as diferenças entre a parte oeste (com as potências capitalistas tradicionais) e a parte leste, antigamente socialista, e o problema da inserção desses socialistas no sistema econômico da União Europeia. No continente asiático, destacar as diferentes áreas: o Oriente Médio, grande produtor de petróleo, centro de conflitos, grande aglomerado de pessoas, onde citamos, , por exemplo, a Índia, pólo de tecnologia; o Extremo Oriente, onde está a China, maior pólo produtor industrial do mundo hoje; o Japão, que passa por uma crise, sofreu recentemente com um tsunami, que destruiu a parte leste do país. Lembre-se que o continente africano está dividido em duas partes: setentrional, onde fica a África árabe branca, rica em petróleo e produção de fosfato na região do Marrocos, e a parte sul, subsaariana, também chamada de África negra, também com muitos países produtores de petróleo, ricos em minérios diversos. De maneira geral, é um continente que tem muita dificuldade de se inserir na economia por uma série de problemas históricos ligados à colonização.

Fique esperto com algumas atualidades que envolvem tanto o Brasil como outros países do mundo!

 

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do Hexag.

Compartilhe

Entre em contato com o Hexag

Sobre o autor

user

Bitnami